sexta-feira, 27 de maio de 2011

A Igreja de Vinho.

A religiosidade é uma das marcas deixadas pela colonização italiana na região serrana do Rio Grande do Sul, da mesma forma que a presença dos vinhos na gastronomia farta deste povo. A soma dessas duas características resultou em uma pequena capela no interior de Bento Gonçalves.


A Capela Nossa Senhora das Neves localizada no distrito do Vale dos Vinhedos traz uma interessante história, que fomenta ainda mais o enoturismo regional. Por volta do ano de 1910 os colonos decidiram que a construção de uma igreja na nova localidade seria um marco para o local, porém, não contavam que seriam surpreendidos por uma forte seca que assolou toda a região. A água se tornou escassa, dificultando a produção da liga que serviria para unir os tijolos, a saída encontrada foi utilizar o vinho produzido na safra anterior, logo a nova safra estaria sendo colhida e os novos vinhos substituiriam os anteriores. A palha de milho foi misturada ao barro através do vinho e amassada com os pés.


A igreja é encantadora, bem pequena e toda decorada, as cores utilizadas para a pintura são em tons grenás, que remetem a história da construção da capela. A igreja de vinho é o primeiro ponto de parada dos turistas que visitam o Vale dos Vinhedos e está diariamente aberta a visitação. A história da capela é contada em uma placa fixada na parede exterior dela.  A parte interna é cheia de santos, não consegui descobrir qual das imagens é a Nossa Senhora das Neves. Outra coisa bem interessante é o púpito do padre, na foto acima você nota que ele é em formato de barril, afinal, em Bento Gonçalves o vinho está presente em todas as partes.

PS: A igreja tem também uma torre, mas inacreditavelmente eu esqueci de fotografar ela. =/

2 comentários:

  1. A terra do vinho e as suas histórias!!

    ResponderExcluir
  2. O vale dos vinhedos, e um lugar único,adoro ese lugar.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...